O Quarteto

Você está aqui: Quarteto Brasileiro de Violões > BGQ > O Quarteto



Vencedor do Grammy Latino de 2011 na categoria “melhor álbum de música clássica”, o Quarteto Brasileiro de Violões consolidou-se como um dos principais conjuntos violonísticos no cenário internacional. Aclamado pelo jornal Washington Post por seu “gusto virtuosístico” e “beleza sedutora”, o grupo se diferencia pela presença dos violões de oito cordas de tessitura estendida que, aliados aos instrumentos tradicionais de seis cordas, permite a exploração de um repertório inédito e inusitado dentro do universo violonístico. Em seus mais de dez anos de existência, o Quarteto já realizou mais de 250 concertos nas Américas, Europa, Ásia e Oceania, frequentemente conquistando reações arrebatadoras das platéias, críticas entusiasmadas da imprensa e teatros lotados.

Destaques de temporadas passadas do Quarteto incluem apresentações no 92 Street ‘Y’ e no Metropolitan Museum em Nova York, Spivey Hall em Atlanta, Vancouver Playhouse, Flagler Museum em Palm Beach, Dumbarton Concerts e National Gallery em Washington, D.C., Chamber Music Albuquerque, Beethovensaal em Hanover, Wortham Theather em Houston e Libby Gardner Hall em Salt Lake City, bem como no Hong Kong Arts Festival, Felicja Blumental Festival em Tel Aviv, Colorado Music Festival, Ravinia Festival, Carmel Bach Festival e alguns dos mais importantes festivais de violão nos EUA, Brasil, Austrália, Dinamarca, Escócia, México, Portugal e Alemanha.

Em 2004, o Quarteto Brasileiro de Violões foi um dos convidados principais do Congresso Internacional de Violão de Baltimore, que reuniu alguns dos maiores nomes do violão mundial. Naquela ocasião, solou com a Baltimore Symphony o Concerto para Quatro Violões e Orquestra do compositor brasileiro Ronaldo Miranda, especialmente encomendado para este evento. Em 2009, o Quarteto tocou a Suite Iberia de Isaac Albéniz em uma turnê por diversas capitais brasileiras patrocinada pelo Instituto Cervantes, numa homenagem ao centenário de morte daquele compositor.

A discografia do Quarteto Brasileiro de Violões inclui seis CDs pelo selo norte-americano Delos. Três deles são dedicados à música brasileira: Essência do Brasil (1999), Encantamento (2001) e Brazilian Guitar Quartet plays Villa-Lobos (2011), este último contemplado com o Grammy Latino. Dois CDs contemplam grandes obras do repertório universal: as Quatro Suites Orquestrais de Bach (2000), e a Suite Iberia, de Isaac Albéniz (2006). Já o mais recente, Spanish Dances (2014), presta homenagem a alguns dos maiores compositores espanhóis dos séculos XIX e XX, em arranjos inéditos para quarteto de violões.